martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 29 de outubro de 2022

Os 'planos' do PT são muito piores do que imaginamos

 Sábado, 29 de Outubro de 2022






Resgatamos os absurdos lá apalavrados que estão tentando esconder dos eleitores.

No capitulo sobre Neoliberalismo os esquerdistas destacam:

E, hoje, o neoliberalismo se transformou em filosofia oficial do Governo Brasileiro: a depreciação do que é público e a mistificação da superioridade do que é privado, a tentativa permanente de vender como mercadorias o que o Estado oferece como direito universal, a campanha difamatória que associa empresas públicas à corrupção, a valorização da meritocracia e do individualismo.

Para eles os flagrantes escândalos de corrupção na Petrobras, nos Correios, nos fundos de pensão dos funcionários da Caixa Federal, no envio ilegal de bilhões de reais do BNDES para obras em Cuba e na Venezuela são apenas ‘uma campanha difamatória’. Essa tentativa de reescrever a história é stalinismo na veia – a versão mais radical do comunismo, infelizmente replicado pela grande imprensa e pela maioria dos professores de história Brasil afora.

ALTERAR A CONSTITUIÇÃO E EXTINGUIR A POLICIA MILITAR.

Escaldado pela cadeia que vários de seus líderes pegaram, o PT quer relativizar o Estado de Direito:

O desafio do PT e das esquerdas é fundir as bandeiras da luta democrática com uma visão programática por novas instituições políticas, o que deve ser considerado na discussão – já realizada pelo PT – acerca da necessidade de uma Assembleia Nacional Constituinte. Já as Polícias Militares brasileiras são as que matam em escala industrial. Não é possível falar-se em democracia quando, na prática, a PM tem licença para matar. Há toda uma sorte de violências e humilhações, praticadas no dia a dia dos centros urbanos e especialmente das periferias, cujo alvo principal é o jovem negro e pobre. Essa intimidação diária e constante é Terrorismo de Estado.

Ou seja num 2º governo Lula já começaria alterando a Constituição (a exemplo da Venezuela, Chile etc) e depois partiria para a extinção das Policias Militares (novamente reproduzindo o que está acontecendo no Chile e na Colômbia).

E, claro, nesse panfleto político tinha que haver elogios ao Supremo:

A conquista dos direitos civis e políticos de Lula com as decisões do STF sobre a sua inocência e a suspeição de Moro nos processos da Lava Jato teve consequências imediatas e profundas sobre o ânimo geral da sociedade e dos movimentos políticos e sociais da esquerda brasileira. 

Talvez inspirados em outra ORCRIM da qual eles são próximos, o PCC (primeiro comando da capital) o partido do Lula quer criar tribunais de punição, onde seriam declarados culpados os ‘inimigos do regime’:

Instituir uma política de reparação e punição. Memória, Verdade e Justiça. Processar e punir os responsáveis pelo genocídio (Covid), criar uma política de promoção da memória, da verdade, com a criação de uma justiça de transição. Tribunal de Manaus para julgar Bolsonaro e seus cúmplices.

Os esquerdistas querem criar uma justiça paralela não para julgar mas para punir seus adversários – e ainda tem gente cínica o suficiente para dizer que vota em lula ‘para defender a democracia’.

Os petistas não iam esquecer o 1º passo de qualquer ditadura que é ‘desarmar o país, campanha massiva anti-armas, rever toda legislação bolsonarista, política radical de redução do número de armas circulando no país, retomar Estatuto do Desarmamento’.

Para aqueles que acham improvável ou até impossível, relembro que até 22 anos atrás a Venezuela era o país mais rico da América Latina e tinha uma democracia pujante. Em pouco mais de duas décadas as classes média e alta venezuelanas, se viram comendo cachorros e gatos e fugindo do país com a roupa do corpo – deixando casas, carreiras, propriedades rurais e familiares pelo caminho.

Na Argentina esse ciclo destrutivo se acelerou ainda mais. Em apenas três anos a economia já está destruída e a inflação já atingiu 100% ao ano. Para efeito comparativo a inflação anual no Brasil está em 7,7%.

Entendeu a diferença?

Foto de Eduardo Negrão

Eduardo Negrão

Consultor político e autor de "Terrorismo Global" e "México pecado ao sul do Rio Grande" ambos pela Scortecci Editora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9 9151-0643

Contato : (84) 9 9151-0643