martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quinta-feira, 16 de junho de 2022

"Terror" do PT na Bahia, João Roma sobe o tom contra Rui Costa e detona candidato petista (veja o vídeo)

Quinta, 16 de Junho de 2022

O pré-candidato a governador, ex-ministro da Cidadania e deputado federal, João Roma (PL), deu uma dura resposta ao governador Rui Costa e ao pré-candidato do PT ao governo, Jerônimo Rodrigues, que se opuseram a projeto aprovado no Senado e que segue para a Câmara que limita a 17% a alíquota do ICMS sobre combustíveis.

Roma classificou como "mesquinha" a postura dos petistas.

"Para eles é mais importante fazer política que levar benefício para a população. Isso é um grande desapontamento para a maioria da população", disse João Roma, na tarde desta terça-feira (14), durante entrevista à Rádio Wagner FM, na cidade de Wagner, na Chapada Diamantina. 
João Roma pontuou que somente um grupo pequeno de senadores do PT votou contra a matéria aprovada no Senado na segunda-feira (13) e que este grupo assim procede para não dar crédito ao presidente Jair Bolsonaro por uma ação que beneficia a população.
"Do mesmo jeito que se posicionaram contra a PEC que viabilizou o aumento do Auxílio Brasil para dar mais recursos na mão dos mais necessitados, numa atitude mesquinha pra que isso não beneficiasse o presidente Bolsonaro. Eles observam apenas o jogo eleitoral", disse o pré-candidato.

O ex-ministro da Cidadania, que reafirmou que a gestão Bolsonaro inaugurou um tempo em que os recursos são levados à população independentemente da filiação partidária de governadores e prefeitos, diz que os petista insistem em realizar uma política suja.

"Estamos acostumados com esse tipo de política suja de quem fica vendendo falsas promessas", disse.

Ele deu um exemplo que ocorre no município de Wagner.

"Existem investimentos federais na cidade de Wagner, e o governador foi dizer que era um investimento do Governo do Estado, mas tem lá a placa com ações do governo federal. As vacinas que chegaram nos braços dos baianos foram todas enviadas pelo governo do presidente Bolsonaro e ninguém mostrou sequer a bandeira do Brasil; parecia que era o governo do estado que estava pagando essas vacinas e não era", exemplificou João Roma.

Confira:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055