martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quinta-feira, 16 de junho de 2022

O que está por trás da toga?

Quinta, 16 de Junho de 2022

Pensemos com bom senso e racionalidade, sem deixarmos nos contaminar por antipatias e outros sentimentos que obscurecem nossa capacidade de entendimento:

Suponhamos que você seja formado em Direito, tenha projeção no mercado, relacionamentos com pessoas influentes, poderosas, consiga ser indicado e aprovado para uma vaga como Ministro do STF.

Podemos considerar que você tem alguns "dons", nem que seja de fazer articulações e se vender como alguém capacitado.

Burro, com certeza, você não é!

Afinal conseguiu galgar o ápice de sua carreira, cargo disputado por milhões, havendo apenas 11 vagas, obtendo sucesso na indicação dentro de um partido político, ou vários, apoio da Presidência da República, além de sobreviver à sabatina e possível fritura no Senado, mesmo que seja apenas "pró-forma", você se mostrou apto a assumir o cargo, portanto um "mínimo de capacidade mental" você possui.

Pois bem, feito Ministro você disporá de um bom salário (sabemos de desembargadores que recebem mais de 100mil/mês), assessores até para vestirem a sua capa, todos os tipos de benefícios e auxílios pensáveis e impensáveis, carros, motoristas, moradia, viagens, planos de saúde, refeições regadas aos melhores vinhos, lagostas etc, tudo pago pelo Estado.

O cargo é vitalício, não sujeito a ordens externas, nem risco de demissão, caso não cometa abusos muito escabrosos e escandalosos.

O que poderia te levar a cometer atos escabrosos, escandalosamente ilegais, que pudessem te desmoralizar perante a Interpol, a OEA e o mundo?

Com certeza não se trata APENAS de dinheiro, fama, poder ou IDEOLOGIA.

Só consigo imaginar uma força maior capaz de obrigar a fazer esse tipo de aposta tresloucada...

E vocês?

Pedro Possas. O autor é médico.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055