martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 21 de janeiro de 2023

Mulher foi morta a pedradas na frente da filha após negar que acusado olhasse celular dela

Sábado, 21 de Janeiro de 2022



A mulher assassinada pelo ex-marido na frente da filha de cinco anos negou que o acusado pegasse o celular dela para conferir o Whatsapp. Ela foi morta com duas pedradas na cabeça, nesta quarta-feira (18), em São João do Jaguaribe, interior do Ceará. A Justiça acatou denúncia do Ministério Público estadual (MPCE), e converteu a prisão em flagrante para preventiva.

O acusado foi preso na noite de quarta-feira. A prisão foi realizada pela Polícia Militar do Ceará (PMCE) de Limoeiro do Norte. O suspeito foi encaminhado à Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), onde prestará depoimento sobre o caso. O corpo de Synara Souza, 36 anos, foi localizado próximo a uma estrada, com lesões decorrentes de um objeto contundente. A filha dela não ficou ferida.

De acordo com o inquérito policial, o acusado marcou com a ex-companheira e a filha do casal. Ao se encontrarem, ele passou a questionar a vítima sobre com quem ela conversava por WhatsApp e pediu que entregasse o aparelho celular, segundo o MPCE. Com a recusa, ele teria se revoltado e ferido a mulher com duas pedradas, que a levaram a óbito.

O MPCE disse ainda que o suspeito saiu caminhando normalmente, deixando o corpo da ex-companheira em via pública, ao lado da criança. Com as informações, a polícia passou a realizar buscas pelo suspeito.

O promotor de Justiça João Marcelo e Silva Diniz pediu a conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva em razão da necessidade de garantia da ordem pública, ante a gravidade concreta e objetiva do fato, especialmente pelos resquícios de crueldade que gerou repúdio e repercussão na população, e ainda pelo fato do crime ter sido cometido na frente da filha do casal.

Fonte: G1/ Sobral 24 Horas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9 9151-0643

Contato : (84) 9 9151-0643