martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sexta-feira, 18 de novembro de 2022

MARIO SABINO: O homem que saiu da cadeia para salvar o planeta pode afundar o Brasil

Sexta, 18 de Novembro de 2022

Foto: Christophe Gateau/picture alliance via Getty Images

Lula, o homem que saiu da cadeia para salvar o planeta do aquecimento global, segundo o New York Times, pode antes disso afundar o Brasil. Talvez não faça tanta diferença assim para a Terra, desde que deixemos a Amazônia para os noruegueses cuidarem ela.

Hoje, o dólar bateu em 5,53 reais e vamos ver como se comportará a Bolsa de Valores, que ontem caiu 2,5%. O “mercado bolsonarista” — como jornalistas pitorescos andam adjetivando — está apavorado com a PEC da Transição, que prevê um Bolsa Família por tempo indeterminado e espetará, em 2023, uma conta de 175 bilhões de reais a mais nos gastos do governo. Para completar o pavor, Fernando Haddad está cotado para ser ministro da Economia. Mas não há com o que se preocupar: antes de fuzilar os fundamentos econômicos mais básicos, Fernando Haddad dirá que leu livros, assim como o camarada Stalin, e tudo bem.

Lá do Egito, para onde voou a bordo do jatinho de um empresário amigo, que chegou a ser preso também na Lava Jato, aquela invenção golpista, Lula disse: “Vai cair a Bolsa, vai aumentar o dólar? Paciência”. Para ele, as forte oscilações ocorrem não “por causa das pessoas sérias, mas por conta dos especuladores que ficam especulando todo santo dia”.

Entendido. Ninguém precisa se preocupar, porque o “mercado bolsonarista” vai acabar precificando as lambanças, como sempre. Precificar é um verbo que tem efeito curioso sobre os brasileiros. Achamos que, com os desmandos governamentais devidamente precificados, voltamos à normalidade, sem atentarmos para o fato de que o piso das sucessivas precificações é sempre alto para a sociedade, na forma de menos investimentos na economia e mais inflação. A nossa normalidade, portanto, significa penalizar os mais pobres. A nossa normalidade, portanto, é uma doença crônica.

Era uma casa muito engraçada, não tinha teto, não tinha nada, nem mesmo o Lula daquela Carta aos Brasileiros. Precifique aí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9 9151-0643

Contato : (84) 9 9151-0643