martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quinta-feira, 17 de novembro de 2022

De NY, Moraes usa web para fazer ameaça e deve descarregar a sua ira ao retornar ao Brasil (veja o vídeo)

Quinta, 17 de Novembro de 2022

"O povo se manifestou livremente e a Democracia venceu!!! O Brasil merece paz, serenidade, desenvolvimento e igualdade social. E os extremistas antidemocráticos merecem e terão a aplicação da lei penal."

Essa postagem em tom ameaçador foi feita pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, em sua conta no Twitter.

O horário, por volta das dez da noite em Nova Iorque, onde ele está com outros cinco togados do Supremo, foi algumas horas após sua fala na tal conferência que, supostamente, ‘debate liberdade e democracia no futuro do Brasil’.

No tema abordado por ele no encontro, ‘milícia digitais’, o mesmo tom punitivo:

"Não é possível que as milícias digitais possam atacar impunemente sem que haja uma responsabilização", disse o ministro, afirmando que a democracia havia sobrevivido, após ter sido desrespeitada

O fato é que ele e os demais magistrados, junto com suas esposas e assessores, tem sido alvo de um intenso e combativo protesto organizado por brasileiros que vivem em NY, a cada nova aparição.

Situação que torna sua estadia por lá insustentável, como temos mostrado aqui no JCO, em reportagens e matérias com vídeos.

Mas nos Estados Unidos, a liberdade de expressão e o direito a manifestação é respeitado e os ministros têm sido obrigados a ouvir ‘verdades’.

Sem ter como impor seus ‘atos ditatoriais’ na terra do Tio Sam, eles estão irados e com sede de vingança.

Devem chegar por aqui com o pé na porta e a caneta na mão.

E o ‘bode expiatório’, não tenha dúvida, serão os brasileiros que estão nas portas dos quartéis.

Famílias inteiras, vestidas de verde e amarelo, em atos pacíficos.

Mas para Moraes, são baderneiros e golpistas.

Abaixo, postamos um vídeo, gravado na manhã desta terça-feira, em Brasília, para mostrar quem serão suas próximas vítimas.

Uma vergonha!

Confira:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9 9151-0643

Contato : (84) 9 9151-0643