martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

terça-feira, 28 de setembro de 2021

A formula do General Girão para o Brasil avançar: Fim dos partidos corruptos e mais investimentos em segurança (veja o vídeo)

 Terça, 28 de Setembro de 2021

Orçamento do Ministério da Defesa, CPI da Pandemia, censura, corrupção em partidos políticos... o deputado federal General Girão (PSL-RN), reconhecido por seu trabalho incansável no Congresso, abordou esses e outros temas em entrevista exclusiva à repórter Berenice Leite, em Brasília.

Para General Girão, o orçamento do Ministério da Defesa ainda é pequeno para as necessidades que um país com dimensões continentais como o Brasil apresenta:

“Temos que ter capacidade de responder às ameaças e, acima de tudo, temos um programa que é fundamental hoje, o programa de segurança de fronteiras, o Sisfron, que precisa ajudar na defesa interna também, na segurança nacional”, ressaltou. 
“Aquele ex-presidente, ex-presidiário, não foi inocentado”

O deputado comentou ainda sobre o Projeto de Lei nº 2159/2019, de sua autoria, cuja proposta era cancelar partidos políticos envolvidos com corrupção. O PL não foi aprovado, mas General Girão afirmou que vai continuar insistindo, já que o cancelamento de partidos corruptos já consta no Código Eleitoral.

“Vários ex-políticos que foram condenados, até em segunda instância, estão sendo liberados pela justiça para concorrer a cargos públicos. A Lei da Ficha Limpa deveria ser cumprida com rigor. E partido político que se mete em crime, pela lei eleitoral, tem ser extinto. A gente sabe que aquele ex-presidente, ex-presidiário, não foi inocentado, o julgamento foi considerado nulo, porque entenderam que o juiz que julgou o processo, teria agido com parcialidade. Mas provas existem, e são robustas...”, frisou.

Fim dos partidos corruptos e mais investimento na segurança, eis a fórmula do General Girão para o Brasil avançar. Com certeza o país seria muito melhor se os políticos se juntassem em torno dessa ideia. Vale lembrar que a guerra cultural também é alimentada pelo dinheiro da corrupção.

“Quem desviou recursos da Saúde é que deve ser chamado de genocida”

De acordo com o general, a CPI da Pandemia é uma vergonha.

“Tenho muita tristeza de ver o Senado Federal sendo empregado para algo dessa natureza. Eles não querem a verdade, chamaram as empresas para saber o que o governo federal estava fazendo em relação à compra de vacinas, não se preocuparam com os testes, com os desvios de recursos aos montes, a começar pelo nordeste. O Consórcio do Nordeste começou o enfrentamento da pandemia no ano passado desviando quase R$ 50 milhões para compra de respiradores que nunca chegaram. Quem desviou recursos da Saúde é que deve ser chamado de genocida”, criticou.

Confira:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055