martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quarta-feira, 9 de novembro de 2022

Resposta a um leitor que se absteve de votar

 Quarta, 09 de Novembro de 2022


É a mais eloquente defesa da abstenção que já li. 

Sinteticamente respondo-lhe a seguir.

***

Você é responsável, sim, meu caro. Inclusive por aquilo que condena. Ao se abster de votar, você deixa sem representação parlamentar suas pautas corretas e importantes sobre nossas jabuticabas institucionais e, de lambuja, entrega ao país à decisão dos 120 milhões que foram às urnas.

Você fala de uma verdadeira multidão (32,2 milhões é muita gente) que corresponde à quase totalidade dos eleitores do estado de São Paulo (34 milhões). Essa multidão, rigorosamente, não fez coisa alguma em favor do que pensa, do que quer, de si mesmo ou do Brasil. Zero! Nada! Voto facultativo é uma prerrogativa de quem não tem qualquer motivação cívica. Você tem!

Sua reação, contudo, é tão sem sentido, desculpe-me por dizer, que precisa de um e-mail personalizado para tentar explicar. Quando eu receber 32,2 milhões de mensagens explicando os motivos da omissão de cada um dos remetentes eu estarei convencido de ser verdadeiro, embora estéril, o protesto que, em nome de todos, você afirma. 

No Chile e na Colômbia o voto é facultativo. Em ambos os países, no segundo turno, os dois candidatos perderam para a abstenção. E daí? O que isso quer dizer? Qual o valor disso? Qual a contribuição dos eleitores ausentes ao bem de seus conterrâneos?

Pense nisso urgentemente. Em 2024 haverá eleições municipais. Não posso, por fim, deixar de ponderar que o Brasil será entregue a um pilantra, a Globo e os presídios festejam vitória, Alexandre de Moraes, se tudo ficar como está, sai consagrado por sua tenacidade em levar o pleito para onde quis e por ter conseguido realizar a proeza. E a nação? Bem, essa está ferrada por quatro anos. 

Abraço

Foto de Percival Puggina

Percival Puggina

Membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor e titular do site www.puggina.org, colunista de dezenas de jornais e sites no país. Autor de Crônicas contra o totalitarismo; Cuba, a tragédia da utopia; Pombas e Gaviões; A tomada do Brasil. Integrante do grupo Pensar+.


Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9 9151-0643

Contato : (84) 9 9151-0643