martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quinta-feira, 11 de novembro de 2021

Inflação dos Estados Unidos registra maior alta em 31 anos

 Quinta, 11 de Novembro de 2021

Foto: Divulgação / Gage Skidmore

Os preços aos consumidores nos Estados Unidos subiram 6,2% de novembro de 2020 a outubro de 2021, ritmo mais elevado dos últimos 31 anos. A disparada da inflação é reflexo, principalmente, da alta dos combustíveis, além da falta de alguns produtos.

Segundo o documento divulgado pelo Bureau of Labor Statistics na noite de 4ª feira (10.nov.2021), os combustíveis registraram alta de 49,5% nos últimos 12 meses, garantindo o posto de grandes vilões da inflação norte-americana. Só em outubro, os preços saltaram 6,2% em comparação com o mês anterior.

Na sequência, vem o preço de veículos usados, com alta de 26,4% no ano. O índice foi influenciado pela falta de chips semicondutores para a fabricação de carros novos. Isso elevou a procura por usados.

A eletricidade e o gás aparecem em seguida. Eles tiveram valorização de 11,2% no último ano, sendo que a eletricidade subiu 6,5% e o gás 28,1% no período.

A escassez de mão de obra também é causadora da alta. À medida que os salários sobem por conta da falta de profissionais, as empresas repassam esse custo aos seus clientes.

A aceleração da inflação assombra o governo do presidente Joe Biden e é um desafio para o Fed (Sistema de Reserva Federal dos EUA, na sigla em inglês), órgão responsável por estabilizar preços ​​e criar empregos.

Para ler a matéria na íntegra acesse AQUI.

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. Pelo menos la o salário sobe ainda. Aqui ta td congelado e se quiser trabalhar é sem direito trabalhista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055