martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

segunda-feira, 16 de maio de 2022

STJ proíbe “baculejo” por atitude suspeita; decisão atinge RN

Segunda, 16 de Maio de 2022

Foto: Reprodução

A revista pessoal, popularmente conhecida como “baculejo”, foi considerada ilegal, de acordo com uma decisão tomada pela Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça. A medida aconteceu após policiais encontrarem drogas durante uma abordagem, mas não apresentarem “justificativa plausível” para o procedimento.

Conforme a ação, os policiais utilizaram do argumento de que os indivíduos estavam com “atitude suspeita” e, por isso, realizaram a ação. Por unanimidade, os ministros consideraram que, para a realização de busca pessoal é necessário que suspeita seja descrita de modo objetivo e justificada por indícios de que o indivíduo esteja na posse de drogas, armas ou outros objetos ilícitos, caracterizando a urgência para a diligência.

De acordo com a presidente da Associação dos Delegados de Polícia Civil do Rio Grande do Norte (ADEPOL), Taís Aires, a situação é mais uma que faz um policia hesitar no momento de realizar alguma abordagem ou ação. Ainda conforme Taís, isso inibe que o agente utilizem do seu “feeling” para poder agirem em ocasiões suspeitas.

“Dificulta o trabalho da polícia e o dia a dia do policial. A gente sabe que o feeling do policial é um fator importante. Nessa decisão, o caso foi feito em cima de uma abordagem em que foram encontradas drogas. Existem milhões de coisas que fazem um policial pensar dez vezes antes de agir. O policial está ficando cada vez mais temeroso antes de tomar uma atitude”, contou.

Em contato com a Polícia Militar, nossa reportagem apurou que amanhã será realizada uma reunião para saber como repassar melhor a situação à imprensa sobre a forma em que os policiais devem agir nessas circunstâncias.

96 FM

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. As faccoes vem atuando faz tempo!! O Brasil precisa mudar ou vai virar uma Colômbia e Venezuela, onde o narcotráfico está controlando tudo e influenciando a todos!! Só lamento do nosso Brasil 🇧🇷

  2. Agora a merda vira boné…
    Do jeito que o diabo gosta…
    Fica cada vez mais difícil ser correto nesse mundo, esse STF só faz isso pq andam rodeados de seguranças, tudo pago por nós, e nós rodeados de bandidos e tudo mas………….

  3. O grande lance de uma decisão dessas é o silêncio da sociedade, todos os dias estamos vendo decisões estranhas, soltam condenados, não permitem que se investigue, tratam meliantes como pobres jovens tomadores de cerveja, mandam prender por palavras, julgam em desacordo com o que manda a lei, falam e emitem opiniões em situações que deveriam se calar, são os donos da verdade, etc, no princípio eu achava que os médicos se comportavam como Deus, ledo engano, primeiro vem o pilantra de nove dedos, depois os juízes, como disse muitas vezes o ex Ministro Marcos Aurélio, “estamos vivendo tempos estranhos”.

  4. Da forma que o judiciário está se comportando, não vai precisar de polícia civil ou militar, deixa eles resolverem tudo, polícia só de enfeite, nada de correr, portar arma, prender, conduzir, atirar, só gostaria que não fosse dado a eles nenhuma garantia, da mesma forma que está o povo.

  5. Continuo fazendo o meu trabalho como agente de segurança pública, visto que essa decisão não empata em nada cumprir o meu dever. Todo agente de segurança pública já sabe quando se deve fazer a busca pessoal e veicular, cursos de formação e aperfeiçoamento têm essa finalidade. Isso serve para inibir que se forjem certos flagrantes, onde às vezes maus agentes já andam com objetos ilícitos para tal fim. Certa vez um agente fez uma abordagem só para satisfazer seu ego pessoal, abordando o namorado da moça que esse agente estava de olho, só para constrangê-lo em praça pública. Tem que ter a suspeita fundamentada. Não vejo nada de errado, está na lei, não era nem para ter saído essa decisão judicial.

  6. ESSA É A POLÍTICA DO STJ, STF, DIREITOS DOS MANOS, TSE, OAB E DE TODA A “JUSTIÇA”APARELHADA DE RATOS CÃOMUNISTAS PETRALHAS QUE TEMOS NO PAÍS DEPOIS DOS 16 ANOS DE GOVERNOS CORRUPTOS DO PT COM O RATO LULADRÃO E A EX TERRORISTA DILMA BANDIDA

  7. A medida beneficia, especialmente, a quem? Ora, a raoazia da classe média, aí incluídos a filharada dos ministros.

  8. Rapaz nos feitijos do padroeiro São José dos Angicos em Angicos RN no mês de março desse ano uma equipe da polícia militar me abordaram em Angicos estava vindo dá missa não chegaram nem pergunta o meu nome quando terminaram consegui falar para eles que Eu também sou profissional da área de segurança começaram a kkkkkkkkk kkkkkkkkk kkkkkkkkk kkkkkkkkk dê mim e o pior eles saíram me seguindo de onde fizeram um baculejo em mim até a casa da minha irmã Raimunda Fernandes que fica na entrada da cidade de Angicos RN enquanto eu não entrei em casa os mesmos não foram embora e isso é foi dê frete a Cia da polícia militar dê Angicos RN aqui fica o relato como profissional da área de segurança acho que eles foram muito corretos.”

  9. Pra que Polícia na rua depois de uma decisão estrujura dessa. O cidadão qd precisar do trabalho da Polícia tem que recorrer primeiro ao STF ou STJ.

  10. Isso é um absurdo, o STJ tomando posição contra uma prerrogativa policial de altíssima importância, isso chama-se querer ocupar o poder de polícia, habilidade e técnicas que os ministros do STJ não possuem. Isso só vai beneficiar a bandidagem, como a outra atitude de não fazer operações policiais em favelas do RJ.

  11. Além do crime compensar no Brasil, agora confirmou que ele está vencendo a batalha contra as pessoas de bem.

    1. Se analisar cada dia o bandido tem mais direito que o cidadão de bem.

  12. Stj e stf querem a todo custo destruir o país, eles trabalham incessantemente pra impulsionar e generalizar a corrupção com decisões anulando condenações, mesmo existindo provas robustas, quanto a criminalização, essa decisão só incentiva a bandidagem a agir toda hora, e portando armas, pois sabem que não vai ter risco de baculejo. É foda esse país

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055