martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

segunda-feira, 23 de janeiro de 2023

TSE dá 5 dias a Bolsonaro

Seguna, 23 de Janeiro de 2023




Corregedor-geral da Justiça Eleitoral, Gonçalves acolheu pedido feito pela Coligação Brasil da Esperança, que teve Lula como cabeça de chapa para as eleições presidenciais.

A petição apresentada pela coligação argumentou que os “atos atentatórios” contra o sistema eleitoral brasileiro tiveram como objetivo “abalar a normalidade e higidez do pleito, para, assim, deslegitimar o sufrágio eleitoral democrático e seguro, incutindo nos eleitores o sentimento de insegurança e descrença no sistema eleitoral e, por consequência, atentando contra a existência do próprio Estado Democrático de Direito”.

A postagem citada – publicada em perfil oficial do ex-presidente dois dias após os atentados contra as sedes dos Três Poderes em Brasília – questionou o resultado das eleições 2022 com dizeres “Lula não foi escolhido pelo povo. Ele foi escolhido e eleito pelo STF e TSE”.

A petição cita, também, a apreensão na residência do ex-ministro da Justiça, Anderson Torres, de uma “minuta de decreto destinada a instaurar Estado de Defesa no Tribunal Superior Eleitoral e alterar o resultado das Eleições Presidenciais de 2022”.

No despacho do TSE, Gonçalves acrescenta que, com relação à minuta, a petição argumentou que “o absurdo ensaiado pelo ex-ministro do investigado Jair Bolsonaro chegaria a: quebrar o sigilo de correspondência e comunicação telemática e telefônica de ministros dessa Corte Especial; restringir o acesso à sede desse e TSE; e prender alvos por ‘crime contra o Estado”.

“É conveniente, portanto, que a intimação para que os investigados se manifestem a respeito dos fatos ora relatados se faça de modo concomitante com a citação”, complementou o ministro ao determinar o prazo de cinco dias para a manifestação do ex-presidente.

A "guerra" começou...

A situação é complicada não só para Bolsonaro, como para todos os conservadores no Brasil que estão sofrendo com perseguições, investidas e até a covarde censura.

Jornalistas, empresário e até deputados estão sendo censurados todos os dias.

A mídia conservadora está sendo "calada" aos poucos.

Nós mesmos do Jornal da Cidade Online estamos sentindo na pele as duras consequências do avanço da censura.

Poucos sabem, mas desde agosto de 2021 estamos sem receber pelo nosso trabalho.

Uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou a nossa total desmonetização.

Como sobrevivemos? 

Com a importante ajuda de nossos leitores!

O JCO sabe que, diante do cenário atual, mudanças vão acontecer no Brasil. Hoje, somos uma das últimas vozes conservadoras ainda de pé na web.

Acabamos de lançar uma promoção incrível onde você, patriota e conservador, pode apoiar a nossa luta contra a censura.

É muito simples:

Assinando o JCO por apenas R$ 11,99 mensais. Clique no link abaixo:

https://assinante.jornaldacidadeonline.com.br/apresentacao

A assinatura lhe dará o acesso exclusivo ao destemido conteúdo da Revista A Verdade - um lugar onde os assuntos "proibidos" são expostos.

No PLANO ANUAL de assinaturas, você ainda ganha uma linda bandeira do Brasil.

Não perca essa oportunidade e lute pelo futuro do Brasil.

Contamos com você!

da Redação / Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9 9151-0643

Contato : (84) 9 9151-0643