martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

segunda-feira, 11 de abril de 2022

Professores de Natal ignoram decisão da Justiça e mantêm greve e acampamento em frente à Câmara

 Segunda, 11 de Abril de 2022

Foto: Lenilton Lima / Sinte

Professores da rede municipal de ensino de Natal decidiram nesta segunda-feira (11) continuar em greve, apesar de Justiça ter determinado que a categoria volte às salas de aula, sob pena de multa de R$ 10 mil por dia. A decisão vale até a próxima segunda-feira (18), para quando está marcada uma nova assembleia.

Em assembleia realizada no auditório do Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sinte), em Natal, os educadores anunciaram, também, a continuidade até quarta-feira (13) do acampamento montado em frente à Câmara Municipal, para cobrar dos vereadores que rejeite a proposta da prefeitura de congelar o salário da categoria.

Para a coordenadora geral do Sinte, Fátima Cardoso, “esse é um momento de fortalecer o movimento grevista e defender a carreira do magistério e a educação pública de Natal”.

Na assembleia, a categoria também deliberou que vai tentar dialogar com o Poder Judiciário para explicar que os professores não estão descumprindo a lei de greve. “O Sinte fará a defesa da categoria junto ao judiciário para assegurar que sejam observadas a legalidade dos direitos de greve”, afirmou Sylvia Dutra, assessora jurídica do sindicato.

A greve dos professores começou no dia 28 de março. A categoria cobra reajuste salarial de 33,24%, garantido por lei, e melhores condições de trabalho. Nos últimos dias, os professores passaram a cobrar também melhorias na merenda escolar e realização de concurso público para a área.

98 FM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055