martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quarta-feira, 2 de novembro de 2022

Comandada por Zé Dirceu, a troca de favores já começou e conta com uma longa fila de 'cumpanheros'

 Quarta, 02 de Novembro de 2022

"

 

Pressão de aliados muda 'lista prévia' de ministérios de Lula", diz o título da matéria que prevê que a lista final será consolidada por José Dirceu. que já coordenaria informalmente o gabinete de transição de governo.

Zé Dirceu é o ex-ministro de Lula que coordenou o escândalo do Mensalão, pelo qual acabou condenado e cumpriu parte da pena na cadeia. Nome central nas investigações da Operação Lava jato, ele também foi réu em diversos outros processos.

No total, o ex-advogado que teve sua licença cassada pela OAB, teria que cumprir 31 anos por crimes de tráfico de influência, improbidade administrativa, formação de quadrilha, corrupção passiva, recebimento de vantagem indevida e lavagem de dinheiro.

Mas, muito provavelmente, terá suas penas perdoadas por Lula e, mais, voltará a circular livremente pelos Três Poderes com um crachá no peito e distribuindo ordens.

Segundo a notícia dos 'Antas', a lista inclui nomes como o de Simone Tebet, a senadora que se omitiu na investigação de casos de corrupção e desvios de verbas federais na compra de respiradores pelo Consórcio Nordeste, no ápice da pandemia de Covid-19.

“Depois que O Antagonista divulgou a lista preliminar de possíveis ministros, a pressão de aliados sobre o PT aumentou, forçando a cúpula do partido a abrir espaço na máquina, reduzindo a presença de petistas no primeiro escalão.
Simone Tebet, que disse ter se lançado no abismo ao apoiar Lula no segundo turno, agora está cotada para o Ministério da Justiça. Blairo Maggi deve voltar à pasta da Agricultura e Henrique Meirelles pode ficar mesmo com a Fazenda.”

Sobre Maggi, vale lembrar que é um grande empresário matogrossense do agronegócio que acabou envolvido em situações vexatórias, como no caso dos trabalhadores em situação análoga à escravidão encontrados em uma fazenda de sua família, no final dos anos 80, ou quando foi o ‘vencedor’ do antiprêmio ‘Motossera de Ouro', criado pela ONG ambientalista Greenpeace, pelo recorde de desmatamento em seu estado, quando era governador.

Obviamente, ele se recusou a receber.

"Esse negócio de floresta não tem o menor futuro", teria dito Maggi.

E até a ex-presidente estocadora de vento terá sua ‘boquinha’, segundo o colunista.

Dilma Rousseff deve ser indicada por Lula, caso eleito, para a embaixada do Brasil em Portugal. 

Sim, a farra já começou antes mesmo da posse e podemos esperar a criação de muitos ministérios, o inchaço da máquina e a farra com o dinheiro público... pois a fila de novos e velhos 'cumpanheros'’ é longa!

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9 9151-0643

Contato : (84) 9 9151-0643