martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

domingo, 30 de outubro de 2022

Lula diz que Microempreendedor Individual (MEI) não é emprego

Domingo, 30 de Outubro de 2022

Foto: reprodução/TV Globo

Durante debate realizado pela TV Globo na noite de sexta-feira (28), o presidente Jair Bolsonaro questionou Lula sobre criação empregos. “O nosso governo, entre 2020 e 2021, criou emprego mesmo com a pandemia. Uma média mensal de 250 mil. E você disse que queria criar emprego para homens e mulheres, mas não sabia como. Que tal me dar os parabéns?”, disse Bolsonaro, na abertura do terceiro bloco do confronto entre os dois candidatos à Presidência da República.

O petista disse que, atualmente, são contabilizados trabalhos informais, enquanto, no tempo dele, “emprego” é aquele com carteira assinada.

Na sequência, Lula criticou a inclusão do Microempreendedor Individual (MEI) na conta junto com emprego com carteira assinada. “A primeira coisa é que eles mudaram a lógica de criação de emprego. Colocaram o MEI como se fosse emprego. Na minha época, tinha carteira profissional assinada. Era isso. Agora, inventaram o trabalho eventual. Eu quero saber de emprego real, registrado, com carteira assinada. A partir de janeiro vamos consertar o país”, disse o petista.

Com informações de Gazeta do Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. Emprego para esse imbecil da esquerda é o vagabundo roubar um celular para tomar uma cervejinha, ou ficar dentro de sindicato roubando o verdadeiro trabalhador.

  2. Lula quem instituiu o MEI. Lei complementar nº 128 de 19 de dezembro de 2008, que alterou a Lei Complementar 123/2006. O homi sabe o que está falando e o valor que tem, não adianta bolsolóides tentarem distorcer a realidade. Está na palma da mão a informação!Agora, se sofre de dissonância cognitiva, aí é questão de saúde. A partir de amanhã vai ter que procurar ajuda de especialista.

  3. Esse bandido não quer ver ninguém com seu próprio negócio. O que ele quer é o povo refém do estado. Voto de cabresto, empregando em troca de votos e cada vez mais comprometendo os cofres públicos.

  4. É enganoso que o candidato do PT à presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, tenha dito, durante debate eleitoral na Rede Globo, na sexta-feira (28), que microempreendedores (MEIs) e autônomos não são trabalhadores. Na verdade, o ex-presidente criticou a nova metodologia adotada pelo governo federal para fazer o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que registra o número de trabalhadores formais no País. Segundo especialistas, a mudança impactou nos resultados porque o sistema atual permite o registro de MEIs, de contratos temporários e funções sem carteira assinada, gerando discrepância com outras estatísticas de emprego, como a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

    1. Não queira tapar seu sol com uma peneira, seja inteligente e perceba que o momento do ladrão foi desperdiçado por muitos roubos e o mensalao, hoje é um simples pilantra.

  5. Ficou parado no tempo, não evoluiu com o mundo, está ultrapassado e será um retrocesso sem precedente esse senhor que responde a vários processos por corrupção voltar ao poder.
    É uma vergonha terem tirado ele da cadeia e deixá-lo concorrer a presidente.
    O Brasil mostrando ao mundo que nossa justiça toma decisões lastimáveis quando toma partido por esse ex presidente que teve muito de seus ex ministros condenados e presos por corrupção.

  6. O microempreendorismo é uma seara bem interessante, quando tratamos do aspecto relação laboral.
    Quando o cidadão contrata um MEI, ele vai ter um custo menor em relação a uma possível criação de vínculo funcional.
    Para quem não sabe só determinados serviços são passíveis de terceirização.
    É interessante observar que a relação entre as partes tem como fim a prestação de serviços e a sua realização.
    O MEI que pagar as suas obrigações mensais tem os seus direitos preservados.
    Como relação aos possíveis direitos trabalhistas que o MEI não tem por ser inscrito no CNPJ, na verdade ele receber indiretamente quando ele qualifica o valor cobrado pelo serviço que será prestado.
    Hoje o livre árbitro nas relações entre o patronal e o empregado tem muito haver com negociações entre as partes sem a necessidade da intervenção do estado.
    Sou MEI trabalho e cobro pelos meus serviços e cabe ao contrante aceitar, e sobre isso tem duas coisas positivas que são: as ausências do pelegismo sindical e do estado intromissou na minha condição de autônomo.

    1. Kkkkk… conversa bonita.
      Quero ver quando chegar a hora de se aposentar…kkkkkk

    2. Se sofrer um acidente, ou adoecer, melhor jair morrendo logo. Pois auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez, JÁ ERA.

    3. Esses babacas tipo hermes só pensam em se aposentar as custas do estado, pobre nação, vai empreender otario, ouse, seja homem.

    4. Logo se vê que esse povo não conhece os direitos que o Mei tem… Não somos presos a um sistema formal e humilhante… Nem sustentamos vagabundos de sindicatos.

    5. Logo se vê que esse povo não conhece os direitos que o Mei tem… Não somos presos a um sistema formal e humilhante… Nem sustentamos vagabundos de sindicatos…..

    1. Possibilidade de evoluir financeiramente e realizar sonhos que um salário mínimo não pode proporcionar

  7. O nove dedos tomava tanta água com calmante, pois não aguentava ouvir o MITO esfregar a verdade na cara.
    Valeu MITO pela surra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9 9151-0643

Contato : (84) 9 9151-0643