martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quarta-feira, 9 de março de 2022

Extrema imprensa tenta cinicamente associar episódio de MamãeFalei a eleitores de Bolsonaro

 Quarta, 09 de Março de 2022

Burke, com a ampliação da teoria do contrato social, incluiu nela o pacto das gerações atuais com as vindouras e a responsabilidade de cuidar do legado daqueles que já partiram. É quase uma ALIANÇA e um DIÁLOGO PERMANENTE entre os mortos, os vivos e os que ainda vão nascer.

Russel Kirk, por sua vez, na mesma esteira, passou a defender com veemência as “Coisas Permanentes”, que são os valores, princípios e tradições que nos fazem ser como somos, que já estavam aqui quando chegamos e que sobreviverão a nós, dando-lhes um tom de sacralidade.

Esses dois exemplos são justamente o espírito conservador, a consciência de que existe uma ordem moral duradoura que nos foi legada, e que deve ser por nós preservada para quem virá depois de nós, melhorando e aperfeiçoando os pontos que podem ser melhorados.

Ele é justamente o inverso do espírito revolucionário do qual a esquerda é imbuída, que é a crença de que tem que destruir as coisas para construir um novo modelo por cima do existente, pois esse último não atende aos seus anseios e deve ser colocado abaixo.

Pois bem. Quando esse Mamãe Falei vê mulheres fugindo da guerra e associa a imagem a sexo, ele se afasta da atitude humanitária que um conservador teria, de querer cuidar delas, querer ajudar, algo que é um valor inato a qualquer homem, legado desde sempre à sociedade.

Essa atitude de sua parte nada mais é do que o espírito revolucionário agindo em seu âmago, em seu subconsciente, de tentar modificar a imagem e forma de tratamento que se deve dar a mulheres em situação de vulnerabilidade provocada pela guerra. É relativismo moral.

Nós, conservadores, não somos assim. Não toleramos relativizações de princípios que nos são caros - no caso, o espírito protetivo que o homem tem para com a mulher, e de qual nosso papel em uma guerra (que infelizmente sempre existiu e sempre existirá).

A mídia tem que enxergar que Mamãe Falei nunca foi um conservador, e não pode jamais ser associado a nós.

Ele é um baita de um esquerdista, um revolucionário extremista, que se esconde atrás de repetição de bordões de “liberalismo econômico” para fingir ser direitista.

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055