martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

domingo, 20 de março de 2022

Adolescente confessa ter matado mãe, irmão e atirado no pai após ser proibido de jogar no celular no interior da PB

Domingo, 20 de Março de 2022

Fotos: reprodução

O adolescente de 13 anos confessou ter matado a mãe, o irmão de sete ano e atirado contra o pai nesse sábado (19), em Patos, Sertão paraibano. Segundo a Polícia Civil, o suspeito afirmou que cometeu o crime após ser proibido de jogar virtualmente e ser cobrado para tirar boas notas na escola.

O pai do menino, identificado como sendo o sargento Benedito, tinha saído de casa para comprar um remédio para a esposa, que estava com dor de dente, mas antes pegou o celular do adolescente após ele ter tirado notas baixas.

Conforme o depoimento, foi nesse momento que o garoto foi até o escritório do pai e pegou a arma que estava guardada em um armário de ferro. Ele então foi até o quarto da mãe, que estava dormindo, encostou a arma em sua cabeça e atirou.

O irmão dele, que estava em outro quarto, correu ao encontro da mãe ao escutar o disparo e ao ver a mãe morta iniciou uma briga com o adolescente, que correu atrás dele pela casa na tentativa de atirar também contra a criança. Foi quando o pai chegou em casa e tentou intervir, pedindo para que o adolescente não atirasse e entregasse a arma.

“Ele terminou efetuando um disparo contra o pai, que caiu na sala. O irmão mais novo ao ver o pai caído foi tentar socorrê-lo, se abraçou com o pai, foi quando ele atirou no irmão pelas costas. Depois friamente ele guardou a arma onde estava antes, chamou o Samu e tentou forjar um assalto, mas com todas as diligências que fizemos conseguimos elucidar esse caso”, explicou o delegado Renato Leite.

Além de ser proibido de jogar virtualmente e cobrado para tirar boas notas na escola, o adolescente afirmou que se sentia pressionado para fazer atividades domésticas pelos pais.

O pai do garoto permanece internado no Hospital Regional de Patos. “Ele se assustou ao saber que o pai estava vivo, parecia que estaria mais satisfeito se estivessem os três mortos”, avaliou o delegado. O pai, o sargento da Polícia Militar Benedito da Silva de Araújo foi transferido para o Hospital de Trauma de Campina Grande, na madrugada deste domingo (20). De acordo com a unidade de saúde, o sargento de 56 anos está internado na Área Vermelha e seu quadro clínico é considerado grave, mas estável.

O garoto permanece apreendido, aguardando decisão judicial.

BlogdoBGPB com MaisPB

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. Mais uma tragédia facilitada pelas armas. De agora em diante isso vai ser comum em muitos lares. Só Jesus.

    1. Sua colocação foi tão feia q dá medo, leia o a aconteceu antes de falar merda, o.problema não foi a arma e sim os jovens q não querem estuda e sim passar o dia em jogos eletrônicos,acho q vc deve ser tão maluco q chega a dá nojo

    2. Na falta de argumentos, sempre o xingamento. O Ernesto e o Nildo, são dois potenciais agressores. Imagina com um revólver na mão?

  2. Cuidado com os games. O filho e o pai são grandes incentivadores na nação, com isenções de impostos para importação. Jogos de armas e matança. Conheceremos a verdade e a verdade nos libertará do falso messias. Triste com a doença da violência. Triste com a falta de harmonia se expandindo pelo país.

    1. Deixe de vomitar fezes seu ignorante, até numa hora dessas vc se comporta como um verme, uma lombriga tem mais valor do que você.

    2. Deixa de ser ridículo! O cara é policial. Portanto, tinha sua arma. Continue militando que só bandido tenha armas.

    3. Outro conversador de bosta.
      Deve ser o mesmo retardado que postou antes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055