martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

domingo, 10 de abril de 2022

Surge mais um professor comunista com "alucinações" e atacando Bolsonaro (veja o vídeo)

 Domingo, 10 de Abril de 2022

Mais um dia de aula, mais um papelão de professores esquerdistas.

Esta semana, noticiamos uma tentativa de tutela ideológica numa das escolas mais caras do país, a AVENUES de São Paulo.

Dessa vez, foi na acanhada escola pública Moisés Cândido Veloso em Lajeado, uma cidade de 85 mil habitantes no Rio Grande do Sul. O episódio ocorreu no último dia 30 de março, na turma do oitavo ano, onde os alunos tem entre 13 e 14 anos de idade.

A professora de história determinou uma tarefa que seria desenhar e fazer a biografia de Denis Diderot, filósofo e escritor francês durante o iluminismo.

Acontece que, no momento da entrega do trabalho, a professora teria dito que não aceitaria o que foi realizado por um determinado grupo, pois nas palavras dela, “o desenho estava a cara do Bolsonaro” !?!

Já ameaçando um aluno, dizendo que zeraria a nota do grupo, chamando-o de mimado e encaminhando à direção.

Veja o retrato de Denis Diderot:

A mãe do garoto, diante do acontecido, se dirigiu a escola  para conversar com a professora, uma vez que o filho dela se esforçou a executar a tarefa e que a semelhança teria sido mera coincidência, pelo fato do estudante não ter grandes dotes artísticos, mas que isso não deveria influenciar na sua avaliação. Ao final da conversa, a professora teria admitido que achou o trabalho dele uma provocação, uma vez que ela deixa bem claro dentro da sala dela seu ódio ao presidente Jair Bolsonaro. 

Segundo a mãe, o filho acabou descartando toda a tarefa e pretendia refazer, mas ela impediu por ter achado um absurdo toda a confusão. A mãe informou que já procurou o conselho tutelar onde num primeiro momento foi muito bem atendida por duas conselheiras que aconselharam a procurar o promotor da vara da Infância e da Juventude.

Posteriormente recebeu uma ligação de um outro conselheiro tentando dissuadi-la de procurar o Ministério Público.

Veja a entrevista da mãe para uma rádio local:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055