martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 1 de janeiro de 2022

Em ato de covardia, deputado petista faz menção inaceitável a Laurinha

Sábado, 01 de Janeiro de 2022

 

"

 

A filha de Bolsonaro, Laura, de 11 anos, não será vacinada por decisão do pai. Será um caso para o Conselho Tutelar de Brasília?" 
A declaração do petista vem dias depois do presidente afirmar que não gostaria de vacinar sua filha.
"Estamos conversando com o Queiroga nesse sentido. Ele, dia 5, deve editar normas de como é que deve se vacinar crianças. Eu espero que não haja interferência do Judiciário (...)", explicou o presidente.

O Ministério da Saúde adiantou que a vacinação do público infantil, de 5 a 11 anos, deveria ocorrer mediante prescrição médica e consentimento dos pais.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055