martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sexta-feira, 8 de outubro de 2021

Randofe quer “vingança” contra magistrada carioca que relacionou CPI da pandemia a ‘circo’

 Sexta, 08 de Outubro de 2021

E, pelo visto, imaginam que possuem poder para punir quem bem entendam.

Nesse sentido, querem punir uma magistrada que simplesmente exerceu sua liberdade de expressão na condução de uma audiência judicial.

A juíza Elizabeth Machado Louro, numa audiência do caso Henry Borel, para conter a animosidade entre o promotor e a advogada de um dos réus, utilizou a malfadada CPI para explicar o que não poderia acontecer no plenário do fórum:

“Aqui não é CPI. Aqui, a gente está para ouvir a testemunha. Isso aqui não vai virar circo!”, disse a juíza.

Pronto! Isso despertou a ira de Randolfe.

Em suas redes sociais, ele diz que a magistrada “terá que se explicar sobre as falas” a respeito da comissão.

“A senhora magistrada, procure começar a trabalhar, a cumprir o serviço. Tem muito grupo miliciano lá no Rio de Janeiro para ela apurar crimes e colocar na cadeia, ao invés de fazer de suas sessões o verdadeiro circo […] Eu queria requerer à vossa excelência que a direção dessa CPI solicitasse informações à Corregedoria do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, à Corregedoria do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e ao Conselho Nacional de Justiça” – requereu Randolfe.

O pedido foi acatado por Omar Aziz, que disse que o colegiado vai acompanhar a solicitação.

Não satisfeito, Randolfe então apontou que o posicionamento da magistrada é um “ato orquestrado”.

Quanta mediocridade!

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055