martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sábado, 9 de outubro de 2021

O corte de verbas públicas e o prejuízo estrondoso da Rede Globo

Sábado, 09 de Outubro de 2021

Enfrentando uma grave crise desde o final de 2019, a Rede Globo tentou várias formas de reverter a situação, incluindo cortes de gastos com alimentação de funcionários, dispensa de parte do elenco e reformulação da grade de programação durante o ano de 2020 e o primeiro semestre deste ano.

A emissora chegou a informar que teve uma ‘diminuição de R$ 281 milhões em pessoal como resultado das iniciativas contínuas de corte de custos, explicadas principalmente pela diminuição no número de funcionários devido à reestruturação corporativa desde 2019 e o menor custo de elenco’.

Mesmo assim, os resultados não foram positivos. A empresa registrou um prejuízo de R$ 144 milhões nos primeiros seis meses deste ano. O resultado foi ainda pior do que o registrado no mesmo período de 2020, quando o prejuízo foi de R$ 51 milhões.

A emissora divulgou um documento onde afirma que registrou um ‘aumento de 48 milhões nas despesas pessoais, explicado principalmente por indenizações e também por reajustes salariais anuais do sindicato trabalhista em acordos coletivos de trabalho’.

Além disso, conforme apontou a empresa, “custos e despesas foram 36% superiores ao primeiro semestre de 2020, impactados pelo retorno de eventos esportivos ao vivo e pela amortização de direitos esportivos de R$ 503 milhões, devido ao grande reescalonamento de jogos que afetou todas as competições do futebol brasileiro no ano de 2021”.

Outro ponto que pesou foi o gasto com gravações de programas e novelas, que passaram a adotar protocolos de segurança contra a Covid-19.

Todas as ponderações são válidas, mas o fato incontestável é que o corte de verbas públicas está causando um estrago monumental na emissora.

Que situação...

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055