martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quarta-feira, 13 de outubro de 2021

Escola de Natal é acusada de homofobia após mandar alerta às famílias sobre série “Round 6” e depois pede desculpas

 Quarta, 13 de Outubro de 2021

Foto: Divulgação / Netflix

A rede de escolas Salesiano, que tem duas unidades em Natal, está sendo acusada de homofobia após enviar para os pais e responsáveis pelos alunos um comunicado sobre os possíveis riscos da exposição dos jovens à série sul-coreana “Round 6”, que se tornou a mais vista da história da Netflix. Depois da repercussão negativa, a escola pediu desculpas.

No comunicado às famílias, a escola afirma que a série tem conteúdos “completamente inapropriados para crianças” e inclui a “homossexualidade” entre os temas complexos abordados pela produção. O Salesiano compara a orientação sexual, que aparece de forma tangencial na série, a temas como suicídio, tráfico de órgãos, tortura psicológica e morte.

O Salesiano enfatiza que, apesar de a série possuir classificação indicativa (sendo não recomendada para menores de 16 anos), crianças têm fácil acesso à Netflix. O colégio recomenda aos pais que ativem a ferramenta de restrição de visualização por classificação etária, para que os jovens tenham acesso apenas a conteúdos apropriados para a idade deles.

A rede de escolas destaca que a série tem “pesadas cenas que chocam os espectadores com episódios de extrema violência”, o que contrasta, segundo o Salesiano, com a necessidade de os jovens conviverem “em ambientes de respeito, fraternidade, dignidade e paz”. O colégio manifesta preocupação com o fato de que, na série, os jogos envolvidos são justamente infantis.

“Outra orientação de cuidado é que as crianças e os adolescentes (que) quiserem assistir, que sejam acompanhados dos pais e/ou responsáveis, e que se promovam diálogos educativos, em vista da formação da consciência moral e social”, conclui o texto.

Confira o comunicado:

Para ler a matéria na íntegra acesse AQUI.

98 FM

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. Francamente, não vi nada demais nesse comunicado. Acredito, sim, que a escola se mostra preocupada com a formação dos seus alunos e com os reflexos dessa série na vida diária dos mesmos.
    Vimos nos últimos tempos diversos casos de crianças e adolescentes envolvidos em casos de jogos aparentemente inofensivos, porém mortais, pelas redes sociais. Crianças não têm a capacidade de discernimento necessária para encarar determinadas cenas e situações e precisam, sim, de limites e orientações. Dou meus parabéns ao Salesiano pelo alerta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055