martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

segunda-feira, 7 de junho de 2021

“O que existe de inconstitucional em dar consulta pro Governo? Aparentemente, nenhuma lei está sendo quebrada”, afirma Paolo Zanotto (veja o vídeo)

Segunda, 07 de Junho de 2021

O virologista Paolo Zanotto concedeu entrevista ao programa “Jornal da Manhã”, da Jovem Pan, neste sábado (5), e comentou sobre a Fake News divulgada pelo site “Metrópoles”, desta sexta-feira (4), afirmando que tinha a exclusividade de vídeo “secreto” “comprovando” que o Governo do presidente Jair Bolsonaro teria um suposto “Ministério da Saúde Paralelo” e que dele faziam parte o deputado Osmar Terra (MDB-RS), a imunologista Nise Yamaguchi e o próprio virologista.

“Essa reunião foi pedida pelos ‘Médicos Pela Vida’ e eles me levaram lá como especialista em virologia... O Governo aceitou essa solicitação dos ‘Médicos Pela Vida’. A gente se reuniu e o Governo havia nomeado um grupo de pessoas pra fazer avaliação das vacinas.... Sugeriram que o Governo apontasse um grupo de pesquisadores de alto gabarito, de alta qualidade em vacinologia e imunologia para servirem como serviço de revisão anônima”, explicou.

“Imagina a pressão que poderia estar acontecendo no momento em que você sabe quem são as pessoas que vão analisar uma vacina ou outra. Se as propostas dos diferentes fornecedores, de plataformas vacinais pudessem ser analisadas em paralelo por um grupo anônimo; a possibilidade de ter manipulação, é muito baixa”, acrescentou.
“Em ciência, é normalíssimo. Isso é a ‘revisão por pares’ e todos os projetos aprovados no mundo inteiro de pesquisas ou trabalhos publicados são avaliados por pareceristas anônimos pra evitar, exatamente, problemas tipo: manipulação, coerção... Essa era a ideia básica”, afirmou.
“Se vocês olharem ou virem o texto inteiro, que foi apresentado, de forma muito editada e resumida, o que se fala ali é, claramente, isso”, finaliza, argumentando que as vacinas contra a Covid-19 são, especialmente, problemáticas porque o próprio desenvolvimento delas foi “recheado” de dificuldades.
“Inclusive, fiz até uma consulta recente com juristas do quê que existe de inconstitucional em você ser consultado ou dar consulta pro Governo. E, aparentemente, não existe nenhuma lei que está sendo quebrada. Aquele encontro era público e foi acatado pelo Palácio do Planalto. Nada daquilo era escondido”, disparou.

Parece que ainda não será desta vez que a cúpula da CPI da Covid-19, composta por sete senadores de oposição, conseguirá sentenciar o presidente Jair Bolsonaro por suposto crime de responsabilidade.

Confira o vídeo:

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055