martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

quarta-feira, 11 de maio de 2022

A fortuna da delegada e a declaração de bens apresentada à Justiça Eleitoral

Quarta, 11 de Maio de 2022

O Ministério Público na Operação Calígula teve como um de seus alvos a delegada Adriana Belém.

As investigações apontaram que a delegada favorecia máfias de caça níquel do bicheiro Rogério de Andrade.

Em sua casa, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, foram encontrados, dentro de sacolas de bolsa de grife, a bagatela de R$ 1,8 milhão. Ela acabou sendo presa nesta terça-feira (10).

O montante milionário surpreendeu os promotores, que solicitaram máquinas de contar dinheiro, a fim de contabilizar os valores apreendidos.

A 1ª Vara Especializada do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) expediu o mandado de prisão.

"O gigantesco valor em espécie arrecadado na posse da acusada, que é Delegada de Polícia do Estado do Rio de Janeiro, aliado aos gravíssimos fatos ventilados na presente ação penal, têm-se sérios e sólidos indicativos de que a ré apresenta um grau exacerbado de comprometimento com a organização criminosa e/ou com a prática de atividade corruptiva (capaz de gerar vantagens que correspondem a cifras milionárias)", pontuou o magistrado no decreto de prisão.

O juiz cita ainda que o dinheiro achado dá "credibilidade ao receio de que, em liberdade, a ré destrua ou oculte provas ou crie embaraços aos atos de instrução criminal".

A delegada alegou que o montante encontrado era dinheiro que ela juntou durante a vida inteira.

O detalhe é que em 2020 a delegada teve que tornar pública sua declaração de bens, pois foi candidata a vereadora.

Todos os bens somados estavam avaliados em R$ 1.887.515,34. Sobre a identificação "dinheiro em espécie", a delegada detalhou ter, à época, R$ 180 mil, equivalente a 10% do que foi achado hoje em seu apartamento.

Constavam ainda na declaração, um imóvel avaliado em R$ 750 mil, na Barra da Tijuca, um outro apartamento próprio estimado em R$ 370 mil e saldo em conta bancária de R$ 372 mil.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055