martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

domingo, 26 de junho de 2022

Moro ressurge, define Lula como "alvo" e solta a primeira investida (veja o vídeo)

 Domingo, 26 de Junho de 2022

O ex-ministro Sergio Moro (União Brasil) numa tentativa de se reposicionar (pela enésima vez) publicou nesta 4ª feira (22) um vídeo criticando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com uma paródia da música “Acorda, Pedrinho”.

No material, Moro ironiza o petista lembrando investigações da operação Lava Jato.

“Acorda Lulinha, que hoje tem Lava Jato e, em Curitiba, você foi condenado. Sítio em Atibaia, ele foi reformado, e o seu tríplex ficou bem decorado”, diz a letra da paródia. 
A publicação seria válida – Lula é, no mínimo, o maior corrupto da história do Brasil, quiçá do mundo – se fosse em outros tempos. A verdade é que durante o ano de 2021, ainda iludido com a possibilidade de ser presidenciável, Moro mais de uma vez ‘arrastou asinha’ para o Lula, além de fechar os olhos para o desmonte da Lava-Jato pelo Supremo.

Então porque isso agora?

Forçado a se candidatar pelo Paraná – estado majoritariamente bolsonarista – ele tenta se distanciar da imagem de ‘isentão’ que ele mesmo criou para si.

Por condenação de Moro, Lula ficou preso por 580 dias cumprindo pena pelo caso do tríplex no Guarujá (SP). A sentença de Moro fixou pena de 9 anos e 6 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Na 2ª Instância, o TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) manteve a condenação, mas aumentou a pena para 12 anos e 1 mês. Já o julgamento no STJ (Superior Tribunal de Justiça) a pena foi reduzida para 8 anos e 10 meses.

Posteriormente, em abril de 2021, o Supremo Tribunal Federal (STF) anulou as condenações contra o petista na Lava Jato e declarou Moro parcial para julgar o caso do tríplex.

Com a decisão, a Corte devolveu a Lula seus direitos políticos.

Confira:

    • Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055