martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

terça-feira, 22 de junho de 2021

(VÍDEO): Padre no interior diz que é “inadmissível que façam aglomerações”, fala em “pecado grave” e pede a fiéis que não participem da visita de Bolsonaro ao RN

Terça, 22 de Junho de 2021

Foto: Reprodução/YouTube

Afinal, até onde vai o limite da igreja? Episódio em destaque se trata de politização ou conscientização? Pois bem. O padre potiguar Antoniel Alves, da Paróquia de Doutor Severiano, pediu aos fiéis que não participem da visita desta quinta-feira (24) do presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem partido), ao município de Pau dos Ferros, na região Oeste do estado. O clérigo disse, durante sermão no último sábado (19), que era “pecado grave” comparecer ao evento. O sermão foi feito em uma celebração ocorrida na Igreja Matriz de São Sebastião, no município de Encanto, no Alto Oeste.

“Nada contra a visita do presidente. Ele é chefe de Estado. (…)É dever dele visitar? É. Vai trazer melhoria? Seja bem-vindo. Agora, é inadmissível que façam aglomerações. É inadmissível que um cristão que se diz cristão tenha coragem de fazer contrário ao que Jesus fez com o mal: silencia e cala-te”, disse o padre.

O clérigo pede aos fiéis para que fiquem isolados nas próprias residências.

“Evitem essa aglomeração. E peço: quem for promover o caos nas ruas não entre na fila da comunhão, pois está cometendo pecado grave, pois está pisando nos cadáveres daqueles que morreram inocentemente; estarão sendo negligentes. Entrar na fila da comunhão para receber aquele que é o autor da vida? É impossível”.

O padre ainda lamentou o registro de 500 mil mortes pela doença no país, e recriminou as atitudes do presidente de contrariar regras sanitárias de controle da pandemia — uso de máscaras e combate às aglomerações.

“Isso é revoltante. É um deboche para com aqueles familiares. 500 mil mortos no Brasil. Minha gente, vocês tem noção do tanto de gente do que é 500 mil pessoas? Do tanto de famílias que ainda choram a perda de seus entes queridos? Ou perdemos alguém ou vemos alguém partir pela Covid”, disse o padre.

Veja vídeo abaixo:

OPINIÃO DOS LEITORES

  1. PADRE ISSO É MUITO FEIO , FAZENDO POLITICA DENTRO DA IGREJA , VAR REZAR E PEDIR A DEUS PERDÃO PELOS OS SEUS PECADOS . QUE DEUS TODO PODEROSO TENHA MISSERICORDIA, SABADO TEVE PROTESTO DO PARTIDO DO INCARDIDO MAS NO ENTANTO O PADRE NÃO FALOU DESSA MANIFESTAÇÃO QUE HOUVE SABADO. ISSO É POLITICA SIM DENTRO DA IGREJA.

  2. Sábias palavras, sermão muito bem explicado. Agradece as melhorias, mas não deixa de recriminar as atitudes horrendas, do chefe maior do Estado brasileiro. É um escárnio total ir contra as regras de distanciamento social, ir contra o uso de máscara, provocar aglomerações e causar atritos dentro da sociedade brasileira. Um presidente agressivo, abusivo e que promoveu o famigerado “imunidade de rebanho”. Devemos nos proteger, façamos a nossa parte, cuidemos das nossas famílias e dos nossos empregos, com responsabilidade os males vão passar, tanto o coronavirus como o bolsonarismo!!!

  3. BG! TÁ errado o padre é para se preocupar com a sua paroquia e com a sua igreja e não fazer politica e nem muito menos fazer terrorismo dentro da igreja, é por isso a igreja católica tá do jeito que tá, politica e religião não se junta. Mas isso é o que ser ver dentro das igrejas, reliosos que não defende a fé Cristã defende suas opiniões politicas .

    1. Mas as aglomerações “do bem” feita no sábado contra o governo federal pode?
      O padre não reclamou delas? Vai tirar o direito do povo de decidir padre?
      Se bem que em cada cidade não tinha 50 pessoas protestando, foi um fiasco geral, mas é aglomeração ou seria apenas manifestação por se tratar dos esquerdopatas?
      Padre entenda uma coisa, quem vai recepcionar Bolsonaro, vai de livre e espontânea vontade, não é obrigada, não é chamada, não é convocada, não é paga, nem vem dos assentamentos do MST. O povo que está apoiando o Presidente cansou de ouvir mentiras, promessas repetidas, perdão de bandidos e ter a corrupção como forma de governo. Entendeu padre? O senhor pode até ser ideologicamente da esquerda, mas não faça como alguns meios de comunicação, que demoniza os apoios ao presidente e faz campanha para o povo ir votar em 2020 como se isso não colocasse em contato com o vírus. Hipocrisia não!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055