martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

sexta-feira, 4 de junho de 2021

Com povo faminto, Maduro gasta R$ 300 mil com cantor em festa

Sexta, 04 de Junho de 2021


A oposição da Venezuela, liderada por Juan Guaidó, criticou nesta quarta-feira (2) o presidente Nicolás Maduro por pagar US$ 60 mil (R$ 305 mil) para o cantor dominicano Bonny Cepeda se apresentar na comemoração de seus 58 anos, no dia 23 de novembro do ano passado.

A denúncia da oposição veio após o próprio artista, que é vice-ministro da Cultura da República Dominicana, ter revelado a informação em entrevista ao programa dominicano “Alofoke Radio Show”.

O representante de Guaidó na Colômbia, Tomás Guanipa, lamentou que “enquanto os venezuelanos morrem de fome e pelo colapso do sistema de saúde”, Maduro pague “milhares de dólares para contratar um cantor de salsa” para comemorar seu aniversário.

– O desprezo de Maduro e de sua cúpula está a se tornando cada dia mais dantesco. Enquanto um venezuelano ganha menos de um dólar por mês, Maduro paga 60 mil dólares a um cantor para vir ao país e cantar no seu aniversário – denunciou Guanipa via Twitter.

A festa de aniversário do presidente foi amplamente criticada na Venezuela por trazer vários artistas estrangeiros – incluindo Cepeda – ao país no auge da pandemia de Covid-19, apesar de as fronteiras terem sido fortemente restringidas para outros cidadãos.

Os críticos também criticaram o “desperdício” televisivo do presidente, que cantou e dançou com vários parentes, amigos e integrantes do governo, com os quais compartilhou um grande bolo com as cores da bandeira venezuelana.

O país atravessa uma grave crise econômica e social, pela qual Maduro culpa as sanções impostas pelos Estados Unidos que, segundo o governo, impedem a compra de vacinas, equipamento médico, manutenção do abastecimento de água potável e refinarias para produzir gasolina, entre outros.

Na opinião dos opositores, as sanções são apenas uma “desculpa” para justificar a “má gestão” e assim Maduro continuar a “enganar o país”.

Com informações da agência EFE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055