martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

segunda-feira, 26 de julho de 2021

Janaína Paschoal escancara terror de julgamentos sumários em Cuba: “Regime que esse pessoal que quer voltar ao poder defende”

Segunda, 26 de Julho de 2021

"Vejam o lixo de regime que esse pessoal que quer voltar ao poder defende! Perguntem aos manifestantes de hoje o que pensam da prisão desta menor de idade! Os direitos fundamentais dos presos políticos de Cuba importam!"

Com este comentário em seu Twitter, a deputada estadual paulista, Janaína Paschoal mostrou toda a indignação contra os atos autoritários e extremamente violentos do regime comunista cubano contra o próprio povo, que, há cerca de duas semanas, tem protestado nas ruas de toda a ilha, pela volta da democracia e da liberdade.

A mãe da jovem, Yoanis Hernández, afirma na matéria que Gabriela foi julgada por cerca de seis horas, na quinta-feira (22), pela prática de “desordem pública”, junto com outros 11 réus (muitos deles, sem advogados de defesa), sem, entretanto, que fossem apresentadas provas de sua participação em qualquer ato.

Yoanis conta que a prisão foi feita pelos "vespas negras", os integrantes da Brigada Nacional Especial do governo cubano:

"Um segurou o braço dela, o outro pelo pescoço, eles a puxaram pelos cabelos e a colocaram dentro do caminhão".

“A recente onda de prisões e julgamentos sumários em Cuba foi criticada por diferentes governos e organizações internacionais”, diz a reportagem que informa ainda que, segundo o Observatório Cubano de Direitos Humanos, há casos de “prisão ou o desaparecimento de pelo menos 757 pessoas em decorrência dos protestos, 13 delas menores”.

É este governo cubano, que reprime o seu povo com violência e mantém o país na miséria, sem saúde, sem comida, sem comunicação e com um atraso econômico e social de quase 70 anos, que é defendido pelos lulopetistas. Vide a recente carta de apoio à ditadura criada por Fidel e Che Guevara, os verdadeiros genocidas, assinada por artistas esquerdopatas como Chico Buarque e Wagner Moura e políticos como Gleisi Hoffmann e Lula.

Só as urnas, em 2022, pode nos livrar disso.

  • Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055