martins em pauta

Postagem em destaque

BRISANET A MELHOR INTERNET DO BRASIL

domingo, 31 de julho de 2022

Demônios! Os degenerados da Pátria

Domingo, 31 de Julho de 2022






Em um velho conto, “O Pedregulho”, que escrevi e acabou publicado nos idos de 2005, disse com arrimo na discussão milenar acerca da existência do satanás, travada pelas mentes mais brilhantes da escolástica – os Santos Agostinho e Thomas de Aquino - que o mal é na verdade a ausência do bem.

Convenhamos, esses tempos de agora parecem que estão aí para confirmar a concepção de Aquino acerca do “MAL”, segundo o qual a leitura agostiniana do fenômeno do mal, personificada na figura do satã (do troll, do lidith, do gog, do magog, do asuras, do harit, do kankas, do mefistófeles) define o “bruto” como uma privação ou a falta do ser, pelo qual “criaturas criadas boas resolveram optar pelo mal”.

Quando olho para aquela gente e para sua trajetória não sei dizer, entretanto, quando foram boas e quando fizeram sua opção por trair a Pátria em que nasceram. Sei que são maus, que estão entregues a uma ideologia escravagista e assassina e há muito tempo.

Para substituir a “Nova Ordem Brasileira” de progresso, de patriotismo, de respeito aos direitos individuais, de defesa da liberdade religiosa, de veneração à família como o sólido alicerce da sociedade, de apreço à ética, de culto à moral e à preservação dos bons e dos tradicionais costumes de nossa sociedade, o que propõem os “Contras” de um modo geral?

Propõe o gigantismo do Estado e uma miséria equalizada para nossa gente dividida em camadas ou grupos, resignados pela desesperança. Propõem o privilégio para os donos do poder bem assim para os apaniguados e amarga limitação para os inimigos do regime. Propõe a banalização da vida desde a concepção até a morte e uma premeditada proteção aos criminosos, que serve para manter aterrorizado e acuado um povo desarmado e dependente dos favores dos poderosos.

Protegido pelos lados negros dos Tribunais Superiores e do Congresso dos Malfeitores Nacionais, o “Ogro Descondenado”, diariamente e sem rebuço, ultraja os patriotas e o faz de uma maneira tão violenta e desafiadora que, uma de duas: ou sabe que vai tomar o poder de qualquer maneira ou está convicto de que, mesmo perdendo, as eleições ainda assim poderá continuar dando seguimento à sua trajetória criminosa.

Depois que assisti à prisão do petista ladrão, condenado por uma dezena de magistrados, não só pelos bilhões que roubou, mas pelo que mandou que outros roubassem e porque vitimou mais de 25 milhões de famílias brasileiras, confesso que jamais me ocorreu que o Brasil fosse experimentar uma vergonha e uma humilhação desta ordem, por conta da petulância de uns poucos cafajestes que o bruto largou homiziados na máquina governamental e da passividade de todos nós.

A história não perdoará a covardia das gerações atuais que nada fizeram para impedir essa triste situação.

Tão triste quanto ruinosa em virtude do péssimo exemplo que difunde ou propaga. Quando uns vermelhos vagabundos caçam diuturnamente, como se fosse o maior inimigo do País, o Presidente da República e Comandante Supremo das Forças Armadas; quando uns “tiranalhas” estaduais e municipais se arvoram em mandar prender cidadãos honrados e toleram que, em seus domínios, prevaleça a ordem de proteger a bandidagem; quando uns patifes que tiveram suas milionárias benesses cortadas nos envergonham no exterior e sujam a imagem desta Nação, tudo decorre do mau exemplo que a libertação do maior ladrão da coisa pública da história contemporânea trouxe para este País.

Neste passo, então, me ocorre uma terceira hipótese. Toda essa desgraceira advinda da libertação do mal e, consequentemente da disseminação da ausência do bem – de que trata a filosofia da velha escolástica dos denominados “Doutores Angélicos” – por determinação do Criador tem um tempo certo e seu fim já se avizinha ou está bem próximo.

Não somente o ladrão de nove dedos, mas também as quadrilhas de FHC a Temer bem sabem que representam uma privação, isto é, uma deficiência ou carência do ser e que não têm mais chance de impor a esta Terra de Santa Cruz a ausência do bem, porque nossa gente não engole mais suas maléficas atuações. 

É justo por este motivo, ou seja, porque sabem que seus dias estão contados e seus domínios sitiados que estão por aí pregando e fazendo todo mal que ainda conseguem, assim desesperadamente. 

Contudo este País é grande demais em relação ao malefício que ainda podem os vermelhos produzir e quem nos indica tudo isto é o reconhecimento dos organismos internacionais.

Com efeito. Em seu novo relatório sobre a evolução econômica global, o Fundo Monetário Internacional (FMI) emitiu um aviso claro: as perspectivas de crescimento "estão inclinadas esmagadoramente para o lado negativo" e, se os riscos se concretizarem, poderão empurrar a economia mundial para uma das piores recessões em meio século. Entre as exceções estão o Brasil e o México. 

Segundo noticiou a agência Reuters, em 26 de julho de 2022, o Fundo Monetário Internacional (FMI) elevou de forma expressiva sua estimativa para o crescimento da atividade brasileira (PIB) neste ano apesar das dificuldades enfrentadas pelas economias globais.

Na revisão das estimativas globais em seu relatório Perspectiva Econômica Global, o FMI passou a ver crescimento do Produto Interno Bruto do Brasil neste ano de 1,7%, bem acima da taxa de 0,8% calculada em abril.

O mercado também vem elevando sua projeção para o crescimento brasileiro neste ano, após um primeiro semestre melhor do que o esperado.

A estimativa do FMI, no entanto, ainda está um pouco abaixo da do governo, que calcula que o PIB brasileiro deve crescer 2,0% neste ano. O cálculo do Ministério da Economia é ainda mais forte em 2023, com alta prevista de 2,5% para o PIB.

Aquela gente do mal debocha de tudo isso, tanto que transita pelo território livre da rede mundial de computadores um vídeo do Lula em um culto à satã, em que ele se diz possuído pelo “coisa ruim” e que está ouvindo do “mefistófeles” aconselhamentos para seu futuro governo. É crível?

Depois de todo mal que o petista ladrão fez a este País, ele bem sabe que não tem a menor chance de voltar ao Planalto, porque lá o bem fez sua morada. Caso o “kankas” e o seu ouvinte estejam jogando juntos, bem sabem também que o tempo deles é curto para tanta porcaria que pretendem fazer.

Porém, se não for isso, aí no caso destes dois não sei quem está tentando enganar quem.

Foto de José Maurício de Barcellos

José Maurício de Barcellos

Ex-Consultor jurídico da CPRM-MME. É advogado.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato : (84) 9604-4055

Contato : (84) 9604-4055